Suspeitos de envolvimento na morte de Amanda Albach são presos de novo

Amanda foi morta e obrigada a cavar própria cova em praia de Santa Catarina. Polícia encontrou o corpo no dia 3 de dezembro de 2021

atualizado 22/01/2022 8:49

Amanda AlbachRedes sociais/Reprodução

Os dois suspeitos de envolvimento na morte de Amanda Albach (foto em destaque), 23 anos, foram presos novamente nessa sexta-feira (21/1). Eles estão detidos preventivamente, assim como o outro acusado de atirar na jovem, que não chegou a ser solto durante o inquérito. 

Amanda Albach foi do Paraná para Santa Catarina para passar o feriado de 15 de novembro. Foi encontrada enterrada em uma praia de Laguna, Sul do estado, no dia 3 de dezembro. De acordo com a Polícia Civil, a jovem foi morta a tiros após ser obrigada a cavar a própria cova.

Conforme o Ministério Público de Santa Catarina (MPSC), os suspeitos chegaram a ser presos no início do inquérito, mas foram soltos por falta de provas. Os detidos nessa sexta são o irmão e a companheira do envolvido já preso. Eles foram encontrados em Canoas (RS), mesmo local para onde fugiram e foram presos quando o crime aconteceu. 

De acordo com o Ministério Público, a nova prisão foi decidida após a Polícia Civil descobrir elementos que indicaram que os dois participaram no sequestro, tortura, execução da vítima e ocultação do cadáver dela.

As informações são do G1 SC.

Leia a reportagem completa no NSC Total, parceiro do Metrópoles

 

Mais lidas
Últimas notícias