Suspeito de matar jovem que saiu para comprar fraldas é preso

A polícia pediu 30 dias de prisão temporária para o porteiro Heronildo Martins de Vasconcelos, que tem registro na polícia por crime sexual

atualizado 02/10/2019 19:18

Divulgação

Heronildo Martins de Vasconcelos, 45 anos, suspeito de matar Aline Santas, de 19 anos, foi preso pela Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Sorocaba (SP), nesta quarta-feira (02/10/2019) em Alumínio (SP). A polícia pediu 30 dias de prisão temporária para o porteiro, que tem registro na polícia por crime sexual.

Aline saiu de casa para comprar fraldas para a filha, ficou três dias desaparecida e foi encontrada morta com o corpo queimado em uma mata. Imagens registradas por câmaras de segurança a 500 metros do local onde foi achado o corpo da vítima mostram que a jovem foi seguida enquanto caminhava pela Rua Marcolino Tavares.

De acordo com o site G1, o corpo da jovem foi achado escondido sob uma pilha de madeira por cães farejadores . O Instituto Médico Legal (IML) apontou marcas de possíveis tentativas de defesa no pescoço e na mão da vítima.

A identificação da jovem foi feita baseada nos traços de Aline e nas roupas usadas no dia do desaparecimento. Folhas com manchas vermelhas, que foram apreendidas durante as buscas, um pedaço de tecido e e um copo também serão analisados.

Pedidos de  justiça
Moradores de Alumínio fizeram uma manifestação em homenagem a Aline. Centenas de pessoas participaram de uma passeata no dia 15 de setembro usando roupas brancas. A filha, o companheiro e a sogra não participaram da caminhada.

Quatro pontos de arrecadação foram montados da cidade para recolher doação de fraldas e leite para a filha de Aline. Moradores e amigos também buscaram ajudar a mãe da jovem, que é diarista e não voltou a trabalhar desde o dia do crime.

Últimas notícias