SP limita público em estádio e recomenda reduzir ocupação em eventos

Governo de SP orienta que prefeituras exijam testagem e uso de máscaras, e que limitem a 70% capacidade de público em festas e eventos

atualizado 12/01/2022 15:14

Estádio MorumbiDivulgação/Estádio Morumbi

São Paulo – O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), recomendou às prefeituras, nesta quarta-feira (12/1), que retomem a limitação a 70% de público em eventos musicais, esportivos e festas que gerem grandes aglomerações. O anúncio, feito em coletiva de imprensa, considera a alta nos casos de Covid-19, porém, não prevê o retorno das restrições em grandes eventos, como ocorreu em outros momentos da pandemia.

Como exceção, há apenas uma determinação e não recomendação: os estádios deverão ter ocupação máxima de 70% a partir de 23 de janeiro, quando terá início o Campeonato Paulista.

“No caso do futebol, compete ao governo do estado, portanto, é uma determinação e deverá ser respeitada pelas federações esportivas”, afirmou Doria, que disse que a Federação Paulista de Futebol (FPF) já foi informada das novas regras.

As recomendações foram feitas pelo Comitê Científico, composto por médicos e pesquisadores, que auxilia o governo nas decisões relacionadas à pandemia.

A circulação da Ômicron tem gerado aumento no número de casos de Covid-19 em São Paulo e em todo o país nas últimas semanas.

O médico João Gabbardo, coordenador do Comitê Científico, reiterou a necessidade de manutenção na obrigatoriedade do uso de máscaras até 31 de março, em todos os locais. “A recomendação do Comitê é para que a gente continue e aprimore todos os cuidados de higienização das mãos, uso de álcool em gel e completar o esquema vacinal. Quem não tomou a segunda dose, que tome, quem não tomou a dose adicional, que tome a dose adicional”, afirmou.

Em relação a eventos, shows e atividades esportivas, Gabbardo disse que os organizadores e órgãos públicos precisam reforçar o uso de máscaras e de álcool em gel, e que o comprovante de vacinação completo, além de testes, deve ser exigido em todos os eventos e shows.

“Recomendamos às prefeituras que reduzam em 30% a capacidade de público em eventos esportivos, musicais, festas e atividades que geram aglomeração ou de acordo com a realidade local”, explicou.

Alta nos casos de Covid-19

Nesta quarta, a taxa de ocupação de UTIs no estado é de 39.01%, enquanto na Grande São Paulo é de 46.35%. Há 1.824 internados na UTI hoje (há uma semana, o número era de 1.281).

Na enfermaria, a quantidade é maior: hoje, há 3.679 pacientes internados, enquanto na semana passada, o total era de 2.123.

Mais lidas
Últimas notícias