SP: após ameaça de greve, funcionários de metrô e CPTM serão vacinados

Secretário de Transportes anunciou vacinação dos mais de 9 mil profissionais desses órgãos a partir de 11 de maio

atualizado 19/04/2021 19:24

Transporte público São PauloFábio Vieira/Metrópoles

São Paulo – O início da vacinação dos mais de 9 mil funcionários do metrô paulista e da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) será em 11 de maio. A inclusão da categoria no calendário de vacinação do estado de São Paulo ocorre após ameaça de greve.

O anúncio da inclusão dos funcionários foi feito pela Secretaria dos Transportes Metropolitanos e ocorre após uma ameaça de paralisação que se iniciaria no dia 20 de abril.

“Vacinaremos todos os operadores dos trens, trabalhadores das operações, segurança e limpeza”, especificou o secretário dos Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy.

O coordenador geral do Sindicato dos Metroviários, Wagner Fajardo, comemorou a decisão.

“A gente espera que o governo estenda o direito às demais categorias do transporte. Todos os trabalhadores de serviços essenciais têm que ser priorizados na pandemia, porque eles não têm outra opção a não ser fazer a cidade funcionar”, declarou Fajardo ao Diário do Transporte.

0

Últimas notícias