SP amplia lista de comorbidades para vacinação de jovens de 12 a 14 anos

Medida já vale em toda a capital; jovens devem levar documentos para comprovar a condição de risco

atualizado 01/09/2021 13:02

vacina covid-19 Dose da PfizerAaron Chown - WPA Pool/Getty Images

São Paulo – A lista de comorbidades para a vacinação contra Covid-19 em adolescentes de 12 a 14 anos está mais ampla. A decisão foi da prefeitura paulista e já está valendo.

Em nota, a administração municipal afirma que a medida começa a englobar “toda doença crônica que o jovem vá conviver por tempo indeterminado, como asma, bronquite, deficiência auditiva, hipotireoidismo, diabetes, hipertensão, miopia, câncer, além de doenças renais, cardiovasculares e neurológicas”.

Como forma de comprovação, a pessoa deverá levar um comprovante da condição de risco. Serão aceitos: receitas e relatórios físicos ou digitais, fotografias em celular e demais formas que tenham a identificação do paciente, o CRM do especialista e que tenham sido emitidos há, no máximo, dois anos.

Desde esta segunda-feira (30/8), jovens entre 12 e 14 anos com comorbidades e adolescentes de 15 a 17 anos que não apresentem doenças preexistentes podem se vacinar na capital paulista.

A nova lista de comorbidades foi divulgada pela prefeitura em um instrutivo técnico enviado às unidades de saúde. No entanto, o documento não lista exemplos de doenças crônicas que podem ser consideradas para a imunização, o que causou confusão em algumas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) da cidade.

Últimas notícias