SP: 445 pessoas assinaram termo de recusa da vacina contra a Covid

Desde a última terça-feira (27/7), quem se recusar a tomar o imunizante disponibilizado deve assinar o termo e é mandado para o fim da fila

atualizado 03/08/2021 14:38

Vacina covid - Depois de esperar horas na fila para se vacinar, brasilienses seArthur Menescal/Especial Metrópoles

São Paulo – Até o fim desta segunda-feira (2/8), 445 pessoas assinaram o termo de recusa da vacina contra a Covid-19 devido à marca do imunizante na capital paulista, de acordo com o R7.

Desde a última terça-feira (27/7), de acordo com lei sancionada pelo prefeito Ricardo Nunes, o famoso “sommelier de vacina” que se recusar a tomar a vacina disponível deverá assinar um termo de dispensa, que será anexado ao cadastro único do paciente na rede municipal de saúde, para que não consiga se vacinar em outro posto.

0

A nova regra também vale para aqueles que estão inscritos na “xepa” da vacina. As exceções são apenas para gestantes e puérperas, e quem tiver comorbidade comprovada por recomendação médica.

A Secretaria Municipal de Saúde do estado afirma que as equipes vêm orientando todos sobre a necessidade da vacinação. Ao todo, até o dia 28, o município aplicou 10.405.304 doses de vacina contra a doença.

Últimas notícias