Sobe de 41 para 52 número de casos de Covid-19 na Copa América

Quantidade total de infectados inclui 33 jogadores e membros de delegações, e 19 prestadores de serviços

atualizado 15/06/2021 12:53

Gandula limpa a bola com álcool antes de retorna-la para o jogo. Protocolos tomados pela Conmebol durante a pandemia do Corona vírus. copa americaIgo Estrela/Metrópoles

O Ministério da Saúde informou, nesta terça-feira (15/6), que subiu de 41 para 52 número de casos de Covid-19 dentro da Copa América.

De acordo com a pasta, o número total de infectados conta com 33 jogadores e membros de delegações e 19 prestadores de serviços contratados para o evento. Até o momento, foram realizados 3.045 testes de RT-PCR em atletas, funcionários e demais integrantes das equipes.

Os prestadores de serviço infectados estão em Brasília e no Rio de Janeiro. Segundo o órgão federal, a taxa de contaminações por Covid-19 equivale a 1,70% do evento.

O Ministério da Saúde informou que foram realizados testes de sequenciamento genético para identificar quais são as variantes presentes nos exames. Os resultados serão divulgados em 14 dias.

0

Surtos de Covid-19

A seleção venezuelana, que enfrentou o Brasil na abertura da Copa no domingo, no Mané Garrincha, foi a primeira a sofrer um surto do novo coronavírus, com 13 infectados.

Esse número de casos fez a Conmebol ampliar o limite de substituições na lista de convocados, permitindo que a Venezuela chamasse suplentes para o lugar dos enfermos.

A Copa América está somente no seu terceiro dia de jogos e apresenta um alto índice de contaminação pela Covid-19. Com a decisão marcada para o dia 10 de julho, restam ainda 25 dias de competição e muitos testes a serem realizados.

Últimas notícias