Shantal relembra violência obstétrica: “Tentou me rasgar com as mãos”

Influenciadora concedeu entrevista para o Fantástico e mostrou vídeos em que é xingada durante o parto de Domenica pelo médico Renato Kalil

atualizado 10/01/2022 15:28

Shantal VerdelhoReprodução/Instagram

Shantal Verdelho fez um forte desabafo no Fantástico, detalhando a violência obstétrica que sofreu por parte do médico obstetra Renato Kalil. Em vídeos vazados na internet e reproduzidos pelo programa nesse domingo (9/1), o profissional aparece humilhando e xingando a influenciadora durante o parto de sua filha mais nova, Domênica, nascida em setembro, em São Paulo.

“Foram 48 horas que eu fiquei no hospital. Eu acho que foi um trabalho de parto de aproximadamente umas 12 horas. Ele chegou somente nas duas horas finais que foi quando mudou o clima assim, ele chegou muito apressado. Eu não entendi o porquê de tamanha pressa e aquela agonia toda. E ficava insistindo para o Mateus para que fosse feita a episiotomia num tom como se: ‘Olha aqui, vai rasgar aqui’”, iniciou.

“É onde a gente teria relações no futuro. ‘Então, é melhor eu dar um pique aqui é melhor eu dar uma cortadinha aqui’. Ele fica falando isso para o Mateus como se eu não tivesse ali, e como se a decisão não fosse minha”, disse a influenciadora, sobre a episiotomia, um procedimento cirúrgico no períneo, região entre a vagina e o ânus, que facilitaria a passagem do bebê.

Segundo Verdelho, por falta de dilatação, Kalil tentou obrigá-la a tomar um medicamento. “Eu não estava tendo dilatação e, para isso, ele propôs o uso do remédio mais de uma vez, o misoprostol. Mas eu sabia que existia risco de morte para quem teve uma cesariana anterior, e eu tinha”.

0

Em outro trecho, Shantal diz que o médico rasgou sua vagina com as mãos. “Não tinha a menor necessidade de ele tentar me rasgar com as mãos e isso é feito várias vezes. Ele basicamente faz o parto inteiro fazendo esse movimento com a minha vagina, tentando abrir ela. Já que ele não teve o corte, ele tenta com as mãos”, relatou.

Shantal pediu a instauração de um inquérito policial para investigar as condutas do médico Renato Kalil, no dia 14 de dezembro, e já prestou depoimento na polícia. O Ministério Público aguarda a conclusão das investigações policiais e vai avaliar as provas para eventual oferecimento de denúncia contra Renato Kalil. Depois da denúncia dela, outras mulheres foram às redes sociais e à imprensa afirmando terem sido vítimas do médico.

Quer ficar por dentro do mundo dos famosos e receber as notícias direto no seu Telegram? Entre no canal do Metrópoles: https://t.me/metropolesfamosos.

Mais lidas
Últimas notícias