Serrana (SP) começa vacinação em massa contra Covid nesta quarta-feira

Cerca de 30 mil voluntários da cidade do interior paulista participam de estudo inédito do Instituto Butantan sobre efetividade da Coronavac

atualizado 16/02/2021 17:57

vacina sendo injetadaFábio Vieira/Metrópoles

São Paulo – A vacinação em massa da população do município de Serrana, a 279 km da capital, na região de Ribeirão Preto, começa a partir das 14h desta quarta (17/2). A cidade participa de um estudo inédito para testar a efetividade da Coronavac, vacina desenvolvida em parceira entre o Instituto Butantan e a farmacêutica chinesa Sinovac.

Segundo o Butantan, a expectativa é vacinar cerca de 30 mil entre os 45.644 moradores do município. Os cidadãos que serão imunizados estão proibidos de fazer qualquer registro fotográfico tomando a vacina.

O instituto ressalta que o chamado Projeto S não é um programa de vacinação, mas sim uma pesquisa científica. “Este é o primeiro estudo dessa magnitude, com esse desenho, que está sendo feito no mundo”, disse o diretor do Butantan, Dimas Covas.

Para facilitar a imunização em massa, a cidade foi divida em 25 partes, que depois formaram quatro regiões, separadas por cores. A vacinação é feita de acordo com o cronograma de cada cor.

Para a primeira dose, serão imunizados os moradores da Região Verde (17 a 20 de fevereiro); em seguida, serão os residentes da Região Amarela (24 a 27 de fevereiro), da Região Cinza (3 a 6 de março) e da Região Azul (10 a 13 de março). O atendimento será realizado de quarta a sexta-feira, das 14h às 20h30, e no sábado e domingo, das 8h às 15h30.

A expectativa é que em 12 semanas os pesquisadores consigam obter as primeiras conclusões, ou seja, a avaliação do desfecho primário.

“Quando a gente terá respostas? A nossa expectativa é que em mais ou menos entre 12 e 13 semanas, porque a gente acaba a imunização em oito semanas. Aí tem um tempo até gerar resposta imune”, disse o diretor do Hospital Estadual de Serrana, doutor Marcos Borges, que coordena o estudo na cidade, em coletiva, na semana passada.

0

 

Últimas notícias