Saúde deve receber 30 milhões de doses pediátricas da Pfizer até março

Quantitativo previsto inicialmente era de 20 milhões. Informação foi confirmada pelo ministro da Saúde, Marcelo Queiroga

atualizado 13/01/2022 22:13

Queiroga vacina criançasSam Pancher/Metrópoles

O Ministério da Saúde espera receber 30 milhões de doses da vacina pediátrica da Pfizer até março. O quantitativo, confirmado pelo ministro Marcelo Queiroga, ainda precisa ser chancelado pela farmacêutica.

A previsão inicial era de que a Pfizer entregaria 20 milhões de doses do imunizante, aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para uso em crianças de 5 a 11 anos. Mas o ministro adiantou o novo quantitativo.

Veja:

O titular da pasta atribuiu o sucesso da campanha de imunização, em primeiro lugar, à cultura de vacinação dos brasileiros.

Não esqueceu, porém, do aceno à base do presidente Jair Bolsonaro (PL): “Em segundo lugar, à política do governo federal de não obrigar os brasileiros a tomar a vacina. Ninguém gosta de fazer as coisas obrigado. Então a liberdade é um pressuposto fundamental para o sucesso da nossa campanha de vacinação”, declarou.

Primeiras doses

O Brasil recebeu, por volta das 5h desta quinta-feira (13/1), o primeiro lote de vacinas da Pfizer contra Covid-19 que serão aplicadas na faixa etária. Desembarcou no Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas, nesta madrugada, 1,248 milhão de doses. Pelo menos nove capitais já definiram as datas para iniciar a imunização.

De Viracopos, as vacinas vão para o Aeroporto de Guarulhos e passarão por uma inspeção no centro de distribuição antes de seguirem para os estados.

Segundo previsão do ministério, neste mês o país receberá 4,3 milhões de doses. As doses serão distribuídas de forma proporcional para os estados e o Distrito Federal, considerando a estimativa de crianças nessa faixa etária por unidade federativa.

A Anvisa aprovou, em 16 de dezembro, a aplicação da vacina da Pfizer em crianças de 5 a 11 anos. Contudo, somente em 5 de janeiro o governo apresentou um calendário para a campanha.

Mais lidas
Últimas notícias