Saúde: dados de casos, óbitos e vacinas hackeados foram apagados

Secretário-executivo da pasta afirma, no entanto, que informações foram recuperadas e estarão totalmente disponíveis até sexta-feira (14/1)

atualizado 12/01/2022 20:15

Rodrigo Otávio Moreira da Cruz, secretário executivo do Ministério da Saúde, concede coletiva, neste sexta-feira (10:12), sobre o ataque hacker ao sistema do Conecte SUS 6Igo Estrela/Metrópoles

O ataque hacker que atingiu o sistema em nuvem do Ministério da Saúde apagou os dados de casos, óbitos e vacinas, segundo admitiu, nesta quarta-feira (12/1), o secretário-executivo da pasta, Rodrigo Cruz. As informações, porém, não foram perdidas, ele asssegurou.

“O ataque foi grave”, destacou Cruz, nesta quarta-feira (12/1). “Apagaram-se registros de vacinas, casos e óbitos que estavam na nuvem. Os dados não foram perdidos, nenhum se perdeu. Demora-se um tempo pra reconstruir”. De acordo com o número dois da Saúde, o tempo gasto na reconstrução dos sistemas deve-se à necessidade de personalização das ferramentas, que precisaram ser reconstruídas.

As funcionalidades ainda não retomadas são relacionadas aos Open-Datasus, responsável pelo fornecimento dos dados para o público externo. De acordo com o secretário-executivo, a previsão é de que até esta sexta-feira (14/1) tudo esteja normalizado.

Três níveis de prioridade foram definidos pelo Ministério para restabelecimento dos sistemas: o primeiro diz respeito ao registro de dados pela pasta, em diferentes sistemas de informação disponíveis. Esta fase foi retomada já em dezembro, entre os dias 15 e 23.

Disseminação

Em um segundo momento, a pasta trabalhou na chamada “disseminação de dados identificados”, a disponibilização das informações para estados e municípios. Os dados do Sivep-Gripe (casos de síndrome respiratória aguda grave hospitalizados), e-SUS Notifica (casos de síndrome gripal) foram restabelecidos para entes públicos nos dias 23 e 24 de dezembro.

O Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunização (SI-PNI), que registra dados de vacinação, ainda não foi retomado neste estágio. A previsão é de retorno nesta sexta.

O último estágio definido pela Saúde, chamado de “disseminação de dados públicos”, diz respeito à disponibilização das informações da pasta para a sociedade. Neste grupo, apenas o LocalizaSUS foi restabelecido nesta quarta. A previsão de retomada dos sistemas do OpenDataSUS também é nesta sexta.

De acordo com a pasta, o ConecteSUS foi priorizado. As vacinadas registradas até 10 de dezembro de 2021 tiveram o registro restabelecido em 23 de dezembro. Já as aplicadas e registradas depois desta data retornaram ao ar em 7 de janeiro.

Mais lidas
Últimas notícias