Queiroga prevê volta do DataSUS até o dia 15 de janeiro

Rede ficou inativa após o Ministério da Saúde sofrer dois ataques hackers que inviabilizaram a plataforma

atualizado 31/12/2021 17:14

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, e o ministro interino Relações Exteriores, Paulino Franco de Carvalho Neto, anunciam medida de cooperação humanitária internacional no enfrentamento à Covid-19 2Rafaela Felicciano/Metrópoles

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou em entrevista coletiva nesta sexta-feira (31/12) que o DataSUS será normalizado até a primeira quinzena de janeiro. A plataforma é responsável por compilar os dados epidemiológicos da pasta, incluindo casos e óbitos por Covid-19.

Apesar de reforçar a retomada da funcionalidade do site, Queiroga evitou definir uma data para o retorno da plataforma.

“Expectativa é de ter o prazo mais curto possível. Na primeira quinzena esperamos estar com dados estabilizados. Mas nunca dá para cravar. É uma luta diária contra essas ameaças”, disse o ministro da Saúde.

Segundo a pasta, os dados de vacinação também estão sendo afetados pela dificuldade em contornar a instabilidade causada por ataques hackers ao sistema.

O Ministério informou que informações sobre imunizados após 10 de dezembro não foram contabilizadas nas plataformas, o que atrasa a atualização dos dados sobre a vacinação no país.

A rede ficou inativa após o Ministério da Saúde sofrer dois ataques hackers. O primeiro ocorreu em 10 de dezembro e, segundo Queiroga, atingiu a rede da Embratel, empresa ligada à instituição que administra sistemas do governo federal. Após o incidente, uma série de plataformas do órgão ficou fora do ar.

O segundo ataque ocorreu na madrugada do dia 13, quando hackers invadiram a rede interna do ministério. O sistema de telefone e a intranet ficaram inativos, e diversos servidores precisaram trabalhar em regime de home office.

0

 

Mais lidas
Últimas notícias