Anvisa atualiza lista de emagrecedores irregulares proibidos. Veja

Agência reguladora divulgou lista atualizada com 152 produtos que apresentam riscos à saúde e não podem ser comercializados

atualizado 25/03/2022 18:02

comprando remédio na farmáciaGetty Images

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) divulgou, nesta sexta-feira (25/3) uma lista atualizada com 152 produtos com função emagrecedora irregulares. Apesar de serem proibidos no país, sem autorização de venda pela agência reguladora, alguns podem ser encontrados on-line e apresentam sérios riscos à saúde.

“Os produtos que constam da lista não tiveram sua segurança, eficácia e qualidade avaliados pela agência e/ou estão sendo comercializados de forma irregular”, explica a Anvisa, em nota. A relação será atualizada todo mês, e inclui produtos sujeitos à “determinação de recolhimento, além da proibição de fabricação, distribuição, comércio, propaganda e uso”, registra a Anvisa.

A Anvisa também oferece uma ferramenta de busca. Por meio dela, é possível identificar produtos irregulares por meio de uma consulta com o nome do emagrecedor e do fabricante.

Para fazer denúncias sobre comercialização irregular das mercadorias, a autarquia recomenda registro na ouvidoria. “Forneça todas as informações disponíveis, incluindo o nome do produto e do fabricante, o local de aquisição, a nota fiscal e, se possível, uma amostra do produto, para que as irregularidades sejam apuradas”, orienta a agência.

Veja a lista completa dos emagrecedores irregulares:

Mais lidas
Últimas notícias