Saiba como foi o ataque a tiros que matou 3 pessoas em escolas do ES

O tiroteio foi orquestrado por um adolescente que estuda em uma das escolas invadidas. Além dos três mortos, há 11 feridos

atualizado 25/11/2022 14:44

Ambulância e alunos são vistos na escola após jovem invadir e atirar contra alunos - Metrópoles Reprodução/Rede social

O ataque a tiros que deixou três mortos e 11 feridos em escolas de Aracruz, no Espírito Santo, foi cometido por um adolescente, estudante de uma das instituições de ensino invadidas. A tragédia ocorreu nesta sexta-feira (25/11).

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública do Espírito Santo (SESP), o atirador invadiu a Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio (EEFM) Primo Bitti, da qual é aluno no turno vespertino, e a escola particular Centro Educacional Praia de Coqueiral, antes conhecida como colégio Darwin.

O capitão Alexandre, do 5º Batalhão da Polícia Militar do Espírito Santo, informou que o jovem estuda no turno da tarde na escola Primo Pitti. Ele teria entrado no prédio e se dirigido à sala dos professores.

O jovem também entrou em salas de aula. Ele portava uma pistola e vários carregadores, informou o capitão. Na escola, o adolescente fez vários disparos e atingiu seis pessoas — duas morreram.

Depois, o jovem se dirigiu à escola Darwin, em um carro modelo Renault Duster, na cor dourada. De acordo com o capitão Alexandre, ele seguiu o mesmo roteiro: entrou nas salas e atirou contra alunos e professores. Cinco pessoas foram atingidas e uma morreu.

Veja o momento em que o atirador circula pela escola:

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
0

Fuga

De acordo com o capitão Alexandre, o adolescente saiu da escola e fugiu dirigindo o carro — que estava com as placas cobertas — na direção da orla.

“O cerco inteligente está ativo buscando esse veículo. As polícias Militar e Civil já estão em diligências. Ele já foi identificado. Temos o endereço, vamos até a residência dele para fazer as diligências e colher informações sobre esse triste atentado”, informou o capitão.

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
0

Aulas suspensas

Por meio das redes sociais, o governador do Espírito Santo, Renato Casagrande, lamentou o caso.

“Com sentimento de pesar e muita tristeza, estou acompanhando de perto a apuração da invasão nas Escolas Primo Bitti e Darwin, em Aracruz. Todas as nossas forças de segurança estão empenhadas. Determinei o deslocamento dos Sec. de Segurança e Educação para acompanhar os trabalhos.”

Em nota, a prefeitura de Aracruz lamentou o crime e informou ter pedido reforço no policiamento ao governo do estado. As aulas na cidade foram suspensas.

“As aulas em todas as escolas da rede municipal de Aracruz estão suspensas nesta sexta-feira (25/11) em decorrência do triste atentado em duas escolas, uma da rede estadual e outra da rede privada, ambas em Coqueiral”, informou a prefeitura.

Mais lidas
Últimas notícias