Governador do ES lamenta tiroteio em escolas: “Segurança empenhada”

Secretaria de Segurança Pública do ES informou que há mortos e feridos, mas não precisou o número exato de vítimas do tiroteio

atualizado 25/11/2022 14:45

Governador do Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB) Hugo Barreto/Metrópoles

Em nota divulgada nas redes sociais, o governador do Espírito Santo, Renato Casagrande, lamentou o tiroteio nos arredores de escolas do município de Aracruz, no interior do estado. O caso ocorreu na manhã desta sexta-feira (25/11). O crime tenha sido cometido de forma orquestrada por um jovem armado, como mostrou a coluna Na Mira. Ele usava roupas camufladas e conseguiu fugir. Moradores entraram em pânico e região teve a segurança reforçada.

Alunos da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio (EEFM) Primo Bitti e da escola particular Centro Educacional Praia de Coqueiral, antes conhecida como colégio Darwin, ficaram feridos após o ataque. As instituições de ensino ficam na mesma rua. Em nota, a Secretaria de Segurança Pública do Espírito Santo (Sesp) informou que há mortos e feridos, mas não precisou o número exato de vítimas.

O gestor lamentou o caso e informou que autoridades de segurança se deslocaram até a região. “Com sentimento de pesar e muita tristeza, estou acompanhando de perto a apuração da invasão nas escolas Primo Bitti e Darwin, em Aracruz. Todas as nossas forças de segurança estão empenhadas. Determinei o deslocamento dos Sec. de Segurança e Educação para acompanhar os trabalhos”, escreveu.

Veja a publicação:

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Renato Casagrande (@casagrande_es)

Também em nota, a Sesp informou que “o secretário de Segurança Pública e Defesa Social, coronel Márcio Celante, está a caminho de Aracruz, para acompanhar a ocorrência de ataque a unidades educacionais.”

“Na manhã desta sexta-feira (25), criminosos promoveram ataques em duas escolas na cidade de Aracruz, norte do Espírito Santo, sendo uma escola particular e na Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio (EEEFM) Primo Bitti. Até o momento, há a informação de óbitos e pessoas feridas, sem número exato.”

Polícia Civil, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros Militar e outros órgãos atuam no atendimento das vítimas e diligências para identificação e localização dos suspeitos.

Veja o momento em que o atirador circula pela escola:

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
0

Mais lidas
Últimas notícias