RJ: rede estadual voltará com 100% de aulas presenciais no dia 25/10

Segundo a Secretaria Estadual de Educação do Rio de Janeiro, mais de 95% dos funcionários tomaram a 1ª dose, e cerca de 85% receberam a 2ª

atualizado 20/10/2021 10:40

Sala de aulaHugo Barreto/Metrópoles

Rio de Janeiro – Os 725 mil alunos da rede estadual de ensino do Rio de Janeiro vão voltar às aulas 100% presenciais na próxima segunda-feira (25/10). A decisão foi publicada no Diário Oficial desta quarta-feira (20/10). Os alunos, no entanto, serão obrigados a manter o uso de máscara.

Os estudantes também vão precisar comunicar os casos de Covid-19 à direção de cada instituição. Com o retorno das aulas presenciais, a merenda escolar voltará a ser servida nas unidades, e o cartão-alimentação será cancelado.

De acordo com a Secretaria Estadual de Educação do RJ, a decisão para acabar com o modelo híbrido (presencial e remoto) foi tomada com base no fato de 95% dos funcionários dos colégios já terem tomado a primeira dose. Já cerca de 85% dos funcionários estão imunizados com a segunda ou a dose única.

Outro fator é que jovens entre 12 e 17 anos, faixa etária dos alunos da rede estadual, já estão sendo imunizados.

Protocolos mantidos

O governador do estado, Cláudio Castro, afirmou que os avanços na vacinação contra a Covid-19 contribuíram para que a volta das aulas presenciais aconteça de forma 100% na rede.

“O retorno dos estudantes às salas de aula é motivo de comemoração para a comunidade escolar, que poderá voltar a cumprir um planejamento integral e consistente de ensino. Este momento representa um importante marco na superação da pandemia, graças ao alcance de mais de 85% dos profissionais da rede estadual completamente imunizados”, afirmou o governador Cláudio Castro (PL).

Cada escola deverá cumprir o protocolo sanitário estabelecido pelo estado e o município. “Acreditamos em um retorno seguro e produtivo, com bom aproveitamento das aulas e respeito aos protocolos sanitários. Estamos falando do futuro dos nossos filhos e do nosso estado. O ensino presencial é fundamental para o convívio e a formação dos alunos”, afirmou o secretário estadual de Educação, Alexandre Valle.

Mais lidas
Últimas notícias