RJ: Paes prorroga medidas restritivas, mas afrouxa distanciamento

Novo decreto no Rio foi publicado nesta sexta-feira (10/9) e vai até o dia 20 de setembro. Documento cita liberação parcial do Maracanã

atualizado 10/09/2021 9:18

O prefeito Eduardo Paes e o secretário de Saúde, Daniel Soranz, durante a divulgação do Boletim Epidemiológico do Município do RioDivulgação/Prefeitura do Rio

Rio de Janeiro – A prefeitura do Rio de Janeiro prorrogou as medidas restritivas na cidade até o dia 20 de setembro. A mudança que chamou a atenção no decreto publicado por Eduardo Paes (PSD) é o afrouxamento no distanciamento social.

A partir de agora, o distanciamento mínimo passou de 4 metros para 1 metro em academias, piscinas e centros de treinamento. Já em lojas, serviços, cinemas, pontos turísticos, parques e museus, o distanciamento passou de 1,5 metro para 1 metro.

Outra mudança nas medidas restritivas é em relação à lotação máxima que passou a ser de 60%, independentemente de ser em local aberto ou fechado.

Uma medida mantida pela prefeitura do Rio é a proibição de eventos em boates e pistas de dança. Mas o decreto cita a solicitação para eventos-teste. Três deles são os jogos do Flamengo no Maracanã, que acontecerão nos dias 15, 19 e 22 de setembro.

A presença da torcida será parcial e gradual, começando com 35% da capacidade do estádio até chegar a 50%. Na quarta-feira (8/9), o prefeito do RJ disse que “é possível fazer qualquer evento, a partir de determinada dimensão, respeitando as análises e protocolos”.

0

O secretário de saúde do RJ, Daniel Soranz, afirmou que volta de flamenguistas ao Maracanã será “livre de Covid”. Aos Metrópoles, ele detalhou regras para torcedor do Flamengo comprar ingressos para jogos ao estádio.

Regras mantidas

Mas há medidas restritivas que ainda foram mantidas, com o distanciamento em bares, lanchonetes, restaurantes e quiosques. A permissão para consumo apenas de clientes sentados com distância mínima de 1,5 metro. A música ao vivo permanece liberada.

Já em casas de espetáculo, concertos, apresentações e rodas de samba, os shows são permitidos, mas com distanciamento mínimo de 1 metro entre participantes.  A lotação máxima segue de 60%, somente com público sentado.

Mais lidas
Últimas notícias