*
 

Enviadas especiais a Curitiba (PR) – Presidente do Partido dos Trabalhadores no Paraná, o ex-deputado federal Florisvaldo Fier, o Dr. Rosinha, afirmou nesta segunda-feira (9/4) que a legenda pretende “fazer algo” a respeito dos áudios de pessoas conversando durante voo para a prisão. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi levado em avião da Polícia Federal de São Paulo para a Superintendência da Polícia Federal em Curitiba (PR), na noite de sábado (7/4).

Nas gravações, confirmadas como legítimas pela Força Aérea Brasileira (FAB), é possível ouvir um homem não identificado dizendo: “Leva e não traz nunca mais”. Em outro momento, outra pessoa acrescenta: “Manda esse lixo janela abaixo”.

“Tomei a iniciativa de pedir para a nossa assessoria jurídica estudar o áudio e ver o que podemos fazer a respeito. Precisamos fazer algo e buscar a identificação daquela pessoa”, afirmou Dr. Rosinha.

Lula fez o trajeto até Curitiba em um monomotor da PF. Lá, pegou um helicóptero até a sede da corporação.

A FAB afirma que as referências ao ex-presidente não foram emitidas por controladores de voo. “As frequências utilizadas para essas comunicações aeronáuticas são abertas. O objetivo é de que todos na sua escuta tenham conhecimento dos fatos do tráfego aéreo, condição importante para a manutenção da segurança operacional”, diz a nota

A Força Aérea afirmou ainda que, “lamentavelmente”, o serviço foi usado de forma inadequada, pois as declarações emitidas fogem da “fraseologia padrão” da comunicação de tráfego aéreo e os usuários não se identificaram, procedimento obrigatório. (Com informações da Agência Estado)

 

 

 

COMENTE

PFfabprisão de Lula
comunicar erro à redação

Leia mais: Brasil