Protesto faz PM reforçar segurança em hotel que Lula se hospeda. Vídeo

Apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (PL) fizeram protesto em frente ao saguão do Meliá Brasil 21, na região central de Brasília (DF)

atualizado 05/12/2022 23:21

Imagem colorida mostra policiais militares do DF reforçando segurança em hotel onde Lula está hospedado. Bolsonaristas fizeram protesto no local - Metrópoles Vinícius Schmidt/Metrópoles

A Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) reforçou o policiamento ao redor do hotel Meliá Brasil 21, situado a 4 km do Congresso Nacional, depois que apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (PL) fizeram um protesto em frente ao saguão do estabelecimento. O mandatário recém-eleito, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), está hospedado no local.

Os manifestantes, muitos com roupas verdes e amarelas, protestaram contra o resultado das eleições que elegeram o petista. Alguns indígenas presentes afirmaram que Lula só assumiria a presidência “sob o caixão deles”.

O influenciador bolsonarista Oswaldo Eustáquio estava entre os participantes do ato. De acordo com os policiais, a mobilização durou cerca de meia hora e acabou por volta das 19h10, sem confrontos registrados.

Os bolsonaristas também criticaram, durante as palavras de ordem, ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), como Luís Roberto Barroso e Alexandre de Moraes. Cerca de 30 PMs reforçaram o policiamento no local.

Veja as imagens:

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
Publicidade do parceiro Metrópoles 2
Publicidade do parceiro Metrópoles 3
0

Veja vídeos do protesto:

Mais lidas
Últimas notícias