Procon-SP autua 32 farmácias por preços abusivos em testes de Covid

Operação Teste Covid-19 sem Abusos ocorre em todo o estado para fiscalizar valores de exames para detecção da doença

atualizado 17/01/2022 23:43

São Paulo testa seus atletasRubens Chiri/ saopaulofc.net

O Procon-SP iniciou operação nesta segunda-feira (17/1) para fiscalizar preços abusivos de testes para detecção da Covid-19 no estado de São Paulo. A operação “Teste Covid-19 sem Abusos” foi instaurada a pedido do governador do estado, João Doria (PSDB-SP).

Já houve 32 autuações na cidade de São Paulo para estabelecimentos que não deixaram, à disposição do consumidor, o preço dos exames. Os valores encontrados foram de R$ 178 a R$ 385 para o RT-PCR.

Quase 90 farmácias ou laboratórios foram analisados no primeiro dia de operação. As buscas ocorrem na capital e no interior do estado. Os fiscais visitaram 40 estabelecimentos na capital e 48 em outras cidades paulistas.

Os locais autuados que não apresentarem justificativa razoável para os preços aplicados podem ser enquadrados por prática abusiva.

“O consumidor que se deparar com preço abusivo, muito acima do normal, deve fazer valer o seu direito: faça um print da tela, tire uma foto e faça uma denúncia no nosso site www.procon.sp.gov.br. Nossas equipes irão ao local para fiscalizar e autuá-lo por prática especulativa e abusiva”, pediu o diretor do orgão, Fernando Capez.

A operação continua em todo o estado nos próximos dias.

Mais lidas
Últimas notícias