Preso por abuso de menina que expôs crime em desenho pode ser pai dela

Mãe da vítima revelou que foi estuprada aos 12 anos por atual abusador da filha. Exame de DNA vai comprovar se suspeito é pai da criança

atualizado 17/06/2022 20:00

Reprodução/TV Anhanguera

Goiânia – O homem de 45 anos que foi preso por suspeita de abusar sexualmente de uma menina em Itumbiara, região sul de Goiás, também é investigado por ter estuprado a mãe da criança. O abuso contra a menina foi descoberto depois que ela contou o crime através de um desenho, entregue para uma professora.

Já a suspeita de estupro contra a mãe da criança foi descoberta durante as investigações da Polícia Civil. O delegado Anderson Pelágio relatou que houve divergências entre os depoimentos da avó e da mãe da criança.

Em um segundo depoimento, a mãe contou que foi vítima de estupro por esse mesmo homem, quando ela tinha 12 anos de idade. A criança seria fruto desse crime sexual. O homem está preso preventivamente desde 6 de junho.

“Se comprovar que ele é pai da criança, ele será novamente indiciado por estupro de vulnerável, com pena aumentada, em face da paternidade”, explicou o delegado.

Desenho

O inquérito sobre o abuso contra a criança foi concluído na terça-feira (14/6). Ele foi indiciado por estupro de vulnerável e lesão corporal, já que ele agrediu a menina ao saber que ela tinha contado o crime na escola. O crime foi denunciado inicialmente por um desenho, em que a menina reproduziu a cena do homem entrando no quarto dela.

Com as novas informações sobre ele também ser suspeito de estuprar a mãe da vítima, um novo inquérito foi aberto. Material genético das pessoas envolvidas foi colhido para exame de DNA, de acordo com o delegado. O nome do suspeito e a idade da vítima não foram divulgados.

Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente.

Mais lidas
Últimas notícias