Prefeitura determina estado de atenção para alagamentos em São Paulo

Pancadas isoladas de chuva estão previstas para a noite deste sábado

MISTER SHADOW/ASI/ESTADÃO CONTEÚDOMISTER SHADOW/ASI/ESTADÃO CONTEÚDO

atualizado 16/02/2019 18:37

Novas pancadas de chuva na tarde deste sábado (16/2) colocaram toda a cidade de São Paulo (SP) em estado de atenção para alagamentos. O alerta é do Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE), que adicionou as zonas norte, centro, leste e sudeste na lista de regiões que podem sofrer transbordamento de rios e deslizamentos de terra. A Marginal Tietê também está em estado de atenção. As informações são do Estadão.

De acordo com o CGE, instabilidades ganharam força durante a tarde e deverão provocar pancadas isoladas de chuva nas próximas horas. Precipitações moderadas já foram registradas em alguns pontos da cidade. As zonas sul, oeste e a Marginal Pinheiros já estavam em estado de atenção.

Segundo o Corpo de Bombeiros, 100 ocorrências foram registradas na região metropolitana entre as 0h e as 17h deste sábado, sendo 87 acionamentos por queda de árvores, dez por desabamentos e três por enchentes.

A previsão é de que o tempo melhore gradativamente nos próximos dias. O sol deve aparecer no domingo e os termômetros terão variações de 17°C a 25°C.

Período de maior instabilidade
As fortes chuvas tiveram início na noite dessa sexta (15) e fizeram com que o CGE da Prefeitura decretasse estado de atenção para alagamentos às 7h48 deste sábado, 16, em todas as regiões da cidade, além das marginais Tietê e Pinheiros. O alerta foi mantido até as 9h, após a passagem do período de maior instabilidade, e retomado na tarde deste sábado.

Na região central, a queda de uma árvore interditou temporariamente o cruzamento entre a Alameda Santos e a Av. Brigadeiro Luís Antônio. A via já foi desobstruída. Por conta de um raio, a Linha 10-Turquesa da CPTM opera com velocidade reduzida na manhã deste sábado. Mais cedo, a Linha 15-Prata passou pelo mesmo problema, mas a situação já foi normalizada.

O aeroporto de Congonhas também foi afetado pelas chuvas. Durante alguns minutos desta manhã, a pista principal teve de fechar para pousos e decolagens. Até as 11h deste sábado, alguns voos seguiam atrasados.

Últimas notícias