Porte de armas é reprovado por 70% da população, segundo Datafolha

O levantamento mostra também que houve um crescimento entre aqueles favoráveis à proibição da posse

Foto: Andre Borges/Esp. Metrópoles

atualizado 12/07/2019 11:23

A iniciativa de facilitar o porte de armas proposta pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL) é reprovada por 70% dos brasileiros, segundo pesquisa Datafolha. O levantamento, divulgado pelo jornal Folha de S.Paulo, mostra também que houve um crescimento entre aqueles favoráveis à proibição da posse de armas.

O número de pessoas que concordam com a frase “a posse de armas deve ser proibida, pois representa ameaça à vida de outros” ficou entre 64% e 66% — índice mais alto desde 2013: 68%. Além disso, o apoio da população que acredita ser um direito do cidadão ter uma arma legalizada para defesa caiu de 34% para 31%.

No entanto, a proposta de Bolsonaro tem ampla aceitação entre aqueles que têm preferência partidária pelo PSL, sigla do presidente: 72% são a favor. Entre os empresários e aqueles que consideram a atual gestão boa ou excelente, o apoio ao porte e posse de armas é de 55% e 52%, respectivamente.

A pesquisa Datafolha foi feita nos dias 4 e 5 de julho e ouviu 2.086 pessoas de 16 anos ou mais, em 130 municípios. A margem de erro do levantamento é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

Últimas notícias