“Virei a ministra da goiabeira”, diz Damares em evento sobre suicídio

A pastora e ministra dos Direitos Humanos relembrou episódio de quando pensou em tirar a própria vida, após sofrer abuso sexual

atualizado 10/09/2020 13:47

Damares na 12ª DP, Taguatinga, caso do pedófilo que fez 60 vítimasIgo Estrela/Metrópoles

A ministra da Mulher, Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, recordou a circunstância na qual alega ter visto Jesus Cristo em uma goiabeira, aos 10 anos, quando havia decidido se matar depois de ter sido vítima de violência sexual. Durante o lançamento de um pacote de ações em defesa da vida, nesta quinta-feira (10/9), a ministra pontuou que virou alvo de chacota após tornar público o episódio.

“Quando descobriram que, aos 10 anos, eu subi num pé de goiaba pra tentar me matar, eu virei a ministra da goiabeira, eu virei a ministra do pé de goiaba, eu virei motivo de chacota. Ainda hoje não poupam oportunidade pra falar da ministra do pé de goiaba que estava em profundo sofrimento e tentou se matar aos 10 anos”, recordou Damares.

0

A chefe da pasta dos Direitos Humanos também disse que hoje, no Brasil, há “milhões de meninos e meninas em cima de um pé de goiaba”, referindo-se a situações de depressão e tentativas de suicídio entre crianças. “Nesse período de pandemia, isso cresceu demais”, frisou.

O relato da pastora já era conhecido entre fiéis da Igreja do Evangelho Quadrangular e da Batista, onde Damares já pregou.

“Essa história eu conto em todos os lugares. Se você pegar 500 palestras minhas, no final vai encontrar minha história, o meu relato. Eu demorei anos para admitir que a menininha do pé de goiaba era eu. Mas, quando eu contei, foi libertador. Eu assumi que fui vítima da pedofilia, que fui vítima de dores. Então, de 500 vídeos, em 600 vocês vão encontrar. O Brasil inteiro, meu público todo, sabem o que é pé de goiaba, a ponto que queriam que eu lançasse um livro”, disse em vídeo registrado durante uma pregação.

Últimas notícias