Vídeo: veja o momento em que Temer é abordado pela PF

A força-tarefa cumpre oito mandados de prisão preventiva, dois de temporária e realiza buscas e apreensões nas casas dos envolvidos

atualizado 21/03/2019 20:08

Reprodução

O ex-presidente da República Michel Temer (MDB) foi preso na manhã desta quinta-feira (21/3) no âmbito da Operação Lava Jato. Imagens mostram o momento da abordagem do emedebista, pela Polícia Federal, em uma avenida de São Paulo.

A prisão ocorreu logo após Temer sair de sua casa. Ele chega a abrir a porta do carro, mas um homem a fecha e inicia uma discussão com os policiais.

Confira:

 

Descontaminação
A detenção do ex-presidente deu-se no âmbito da Operação Descontaminação, um desdobramento da Lava Jato, e cumpre oito mandados de prisão preventiva, dois mandados de prisão temporária e 26 de busca e apreensão, nos estados do Rio de Janeiro, São Paulo e Paraná, além do Distrito Federal. Parte da apuração refere-se ao pagamento de propinas para a construção da usina Angra 3, no Rio de Janeiro.

A investigação teria como base as delações do empresário José Antunes Sobrinho, ligado à Engevix, e do operador financeiro Lucio Funaro. Sobrinho citou acordo sobre pagamentos indevidos que somam R$ 1,1 milhão, em 2014, solicitados por João Baptista Lima Filho, coronel da reserva da Polícia Militar e amigo de Temer desde os anos 1980, e pelo ministro Moreira Franco, com anuência do então presidente, no contexto do contrato da AF Consult Brasil com a Eletronuclear.

Além de Temer, Moreira Franco e o coronel Lima, os pedidos de prisão atingem: Maria Rita Fratezi, arquiteta e mulher do coronel Lima; Carlos Alberto Costa, sócio do coronel Lima na Argeplan; Carlos Alberto Costa Filho, diretor da Argeplan e filho de um dos envolvidos na operação; Vanderlei de Natale, sócio da Construbase; e Carlos Alberto Montenegro Gallo, administrador da empresa CG IMPEX.

Mais lidas
Últimas notícias