Vídeo: Bolsonaro insulta Dilma Rousseff ao chamá-la de “ex-presidanta”

O mandatário ironizou a forma que a petista optava por ser chamada enquanto ocupava a cadeira presidencial: "presidenta"

atualizado 25/03/2022 14:51

O presidente Bolsonaro em discurso no Planalto no lançamento do Programa Renda e Oportunidade. Ele usa terno e gesticula, frente ao microfone com a bandeira do Brasil ao fundo - MetrópolesRafaela Felicciano/Metrópoles

O presidente Jair Bolsonaro (PL) ofendeu a ex-presidente Dilma Rousseff (PT), na manhã desta sexta-feira (25/3), ao chamá-la de “presidanta”. O mandatário ironizou a forma como Dilma gostava de ser tratada: “presidenta”.

O insulto ocorreu durante discurso de Bolsonaro em cerimônia de lançamento do Programa Renda e Oportunidade, no Palácio do Planalto, em Brasília.

Bolsonaro comentava dívidas deixadas por governos do Partido dos Trabalhadores (PT), como na Petrobras e no Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Veja o vídeo:

“O endividamento da Petrobras e do BNDES está na casa de R$ 1,4 trilhão. Isso é roubo, desvio, projetos mau feitos, dinheiro enviado para fora do Brasil. Ou alguém acha que Maduro está pagando a dívida do metrô de Caracas? Não tem metrô em Belo Horizonte, mas tem metrô em Caracas. A última governadora era de Minas Gerais, ou melhor, a última presidente, ou ‘presidanta’, era de Minas”, disse Bolsonaro.

Bolsonaro ainda fez referência ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. “Não só querem voltar um cara para o poder, como também querem voltar com toda a quadrilha”.

0

Mais lidas
Últimas notícias