“Veio aqui só para tentar explicar o inexplicável”, diz Aziz a Campêlo

Presidente da CPI da Covid criticou postura do ex-secretário de Saúde do Amazonas por não ter prestado as devidas informações à comissão

atualizado 15/06/2021 18:06

Senador Omar Aziz, presidente da CPIRafaela Felicciano/Metrópoles

O presidente da CPI da Covid, Omar Aziz (PSD-AM), afirmou, nesta terça-feira (15/6), que o depoimento do ex-secretário de Saúde do Amazonas Marcellus Campêlo à comissão “não fluiu”, pois o ex-gestor “tentou explicar o inexplicável”.

Aziz criticou a postura do ex-gestor por, segundo ele, não ter prestado as devidas informações, dando respostas evasivas sobre a situação do caos sanitário em Manaus e a falta do abastecimento de oxigênio hospitalar.

“Você estava no lançamento do TrateCov, você distribuiu 2 milhões [de comprimidos] de cloroquina para Unidades Básicas de Saúde e sua presença aqui não fluiu. Você veio aqui só para tentar explicar o inexplicável”, declarou Aziz a Campêlo.

O senador destacou que o ex-secretário conseguiu explicar à CPI coisas básicas em relação ao Amazonas. Aziz destacou a falta de planejamento na questão do oxigênio, de leitos e de profissionais no enfrentamento à pandemia.

“No interior, tem hospitais em todos os municípios, mas não há recursos humanos. Não é qualquer profissional de saúde que consegue intubar a pessoa, tem que se intensivista. Você passou o dia inteiro aqui e não conseguiu falar isso que estou dizendo”, reclamou Aziz.

0

“Falta de planejamento em relação a oxigênio é gravíssimo. E tem outras coisas que você está sendo investigado e vai responder por isso, que é natural”, acrescentou.

A CPI da Covid tem o objetivo de investigar as ações e omissões do governo federal no enfrentamento à pandemia e, em especial, no agravamento da crise sanitária no Amazonas com o desabastecimento de oxigênio hospitalar, além de apurar possíveis irregularidades em repasses federais a estados e municípios.

Últimas notícias