“Vamos ver como a Globo se comporta”, diz Bolsonaro sobre sabatina

Entrevista para a Rede Globo está marcada para ocorrer em 22 de agosto, nos estúdios da emissora no Rio de Janeiro

atualizado 11/08/2022 19:56

Rafaela Felicciano/Metrópoles

Ao comentar sua participação nas sabatinas realizadas pela Rede Globo com os candidatos à Presidência, o presidente Jair Bolsonaro (PL) fez uma provocação ao dizer que quer ver como a emissora irá “se comportar”.

A entrevista está marcada para ocorrer em 22 de agosto, nos estúdios da emissora no Rio de Janeiro. A Globo também vai entrevistar outros três candidatos que irão disputar o Palácio do Planalto: Luiz Inácio Lula da Silva (PT), Ciro Gomes (PTB) e Simone Tebet (MDB).

“Está previsto eu estar na Globo aí, brevemente. Vamos ver como é que a Globo se comporta”, disse Bolsonaro em transmissão ao vivo nas redes sociais.

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
Publicidade do parceiro Metrópoles 2
Publicidade do parceiro Metrópoles 3
Publicidade do parceiro Metrópoles 4
Publicidade do parceiro Metrópoles 5
Publicidade do parceiro Metrópoles 6
0

Inicialmente, Bolsonaro queria negociar a realização da entrevista no Palácio da Alvorada. O PL, partido de Bolsonaro, havia solicitado que a entrevista ocorresse na Residência Oficial da Presidência, alegando que Lula e Dilma tiveram o mesmo direito quando tentaram reeleição em 2006 e 2010, respectivamente.

Na época, os apresentadores do Jornal Nacional viajaram até Brasília para realizar a tradicional sabatina do programa jornalístico com presidenciáveis que buscavam a reeleição. A Globo, porém, alegou que houve mudanças nas regras.

Segundo a TV Globo, depois das eleições de 2014 ficou decidido que todas as entrevistas aconteceriam em seus estúdios, de forma a tratar todos os candidatos em condições de igualdade.

A emissora também ressaltou que as mesmas regras não foram contestadas pelo presidente quando convidado para as sabatinas no G1 e na GloboNews.

Debate suspenso

Nesta quinta, o consórcio de veículos formado por g1, O Globo, Valor, O Estado de S.Paulo, Folha de S.Paulo e UOL informou que o debate entre candidatos à Presidência da República, que seria realizado no dia 14 de setembro, foi suspenso, após os candidatos Lula e Bolsonaro não se comprometerem a participar.

As regras da sabatina previam a presença de ao menos três dos quatro melhores colocados nas pesquisas eleitorais do Ipec ou Datafolha, a serem divulgadas na semana anterior ao evento.

No entanto, Lula e Bolsonaro, primeiros colocados nos levantamentos mais recentes, não se comprometeram a participar até a data limite estabelecida pelo consórcio, às 23h59 dessa quarta-feira (10/8).

“O consórcio de veículos de imprensa lamenta a falta de disposição dos dois candidatos que lideram as pesquisas em debater os problemas e as soluções para o país neste momento importante da democracia brasileira”, diz o comunicado divulgado.

Mais lidas
Últimas notícias