Três blocos parlamentares foram oficializados na Câmara dos Deputados

A maior bancada é governista, com 301 deputados. Oposição a Maia e a Jair Bolsonaro reuniu 97 deputados e ficou em terceiro lugar em tamanho

atualizado 01/02/2019 21:13

Daniel Ferreira/Metrópoles

Três blocos foram formalizados na Câmara dos Deputados nesta sexta-feira (1º/2). O prazo limite para esse registro se encerrou às 13 horas. O tamanho das bancadas será levado em conta para a distribuição das vagas na Mesa Diretora, responsável pela condução de todo o trabalho legislativo.

De acordo com informações da Mesa Diretora da Casa, o bloco mais numeroso soma 301 dos 513 parlamentares. Ele é formado por PSL (52), PP (38), PSD (35), MDB (34), PR (33), PRB (30), DEM (29), PSDB (29), PTB (10), PSC (8) e PMN (93). Esse primeiro bloco reúne partidos que serão base de apoio do presidente Jair Bolsonaro (PSL) e alguns considerados de centro. O grupo também reúne os apoiadores da reeleição do atual presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ).

Em segundo lugar em número de parlamentares está o bloco formado por PDT (28), Podemos (17), PSD (13), PCdoB (10), Patriota (9), PPS (8), Pros (8) Avante (7), PV (4) e DC (1). O grupo reúne partidos de centro e de oposição a Bolsonaro e soma 105 parlamentares.

Já o bloco de oposição agrega 97 deputados e reúne PT (54), PSB (32), PSol (10) e Rede (1). As bancadas do Novo e do PTC, com 8 e 2 parlamentares, respectivamente, não participaram de nenhum bloco.

Além da presidência da Câmara, cargo para o qual candidato de qualquer partido pode concorrer, estão em disputa outras 10 cadeiras na Mesa: duas vice-presidências e quatro secretarias, cada uma com quatro vagas titulares e quatro suplentes. A eleição está marcada para as 18 horas desta sexta-feira (1º/2).

A formação de blocos também é determinante no momento de escolher os comandos das presidências das comissões temáticas permanentes, além do número de cadeiras nessas comissões colegiadas.

Últimas notícias