“Tendência é ele se recuperar rapidamente”, diz Heleno sobre Bolsonaro

Ministro do Gabinete de Segurança Institucional afirmou que médico que acompanha presidente deve chegar ao Brasil no início da tarde

atualizado 03/01/2022 18:13

General heleno e o presidente Jair Bolsonaro Presidente da República Jair Bolsonaro, durante gravação de discurso para a 75ª Assembleia Geral da ONUMarcos Corrêa/PR

O ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Augusto Heleno, afirmou nesta segunda-feira (3/1) que aposta em uma recuperação rápida do presidente Jair Bolsonaro (PL). “A tendência é ele se recuperar rapidamente, mas logicamente precisa de exames”, disse Heleno em entrevista à Rádio Bandeirantes.

O presidente interrompeu suas férias no litoral catarinense e deu entrada nesta madrugada no Hospital Vila Nova Star, em São Paulo. Em boletim médico, o hospital informou que o mandatário está com um quadro clínico de suboclusão intestinal. Significa dizer que é novamente a obstrução intestinal que já o acometeu desde que levou a facada, em 2018.

0

Segundo o hospital, Bolsonaro está estável, mas sem previsão de alta. “Ele está estável, em tratamento e será reavaliado ao longo desta manhã pela equipe do Dr. Antônio Luiz de Vasconcellos Macedo. No momento, sem previsão de alta”, diz a nota.

O médico Antônio Luiz Macedo, que operou o presidente na facada em 2018, passava férias nas Bahamas e está retornando ao Brasil para acompanhar de perto a situação. Ele deve desembarcar por volta das 15h.

Heleno indicou que o quadro clínico do chefe do Executivo não parece ser nada grave porque ele chegou em São Paulo andando e desceu sozinho as escadas do avião no aeroporto de Congonhas.

Mais lidas
Últimas notícias