Rodrigo Maia critica Bolsonaro por dívida com Brics: “Governo incompetente”

Governo federal afirma que o repasse não foi feito por não ter sido votado em projeto de lei que tratou do remanejamento do orçamento

atualizado 05/01/2021 23:42

Rodrigo Maia e Jair Bolsonaro durante eventoRafaela Felicciano/Metrópoles

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), voltou a criticar o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), na noite desta terça-feira (5/1). O parlamentar não poupou críticas ao fato de o governo federal não ter honrado o pagamento da penúltima parcela do aporte de capital do Novo Banco de Desenvolvimento, do Brics.

Maia classificou a gestão de Bolsonaro como “incompetente” no assunto e criticou o que chamou de “transferência de responsabilidade” promovida pelo governo, que culpou o Congresso Nacional pela inadimplência de US$ 292 milhões com o NDB.

Veja a publicação:

O repasse para quitar o parcelamento não foi votado em projeto de lei que tratava do remanejamento do orçamento do ano passado. A ausência do compromisso com o banco na matéria levou o governo federal a jogar a culpa em cima do Parlamento.

Em novembro, o chefe de Estado brasileiro se reuniu com a cúpula do Brics para pedir que os países-membros do grupo intercedessem para que o Brasil tenha um assento permanente no Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU).

Na ocasião, Bolsonaro também criticou o que chamou de “monopólio do conhecimento” por parte da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
Publicidade do parceiro Metrópoles 2
0

Mais lidas
Últimas notícias