“Prossegue aí a seleção”, diz Bolsonaro sobre divulgação de Sisu

Apesar das inconsistências dos resultados do Enem, o processo de seleção para o Sisu, que havia sido suspenso, será retomado

Rafaela Felicciano/Metrópoles

atualizado 28/01/2020 17:11

O presidente Jair Bolsonaro comentou a decisão tomada nesta terça-feira (28/01/2020) pelo presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), João Otavio de Noronha, que atendeu o pedido do governo, permitindo a divulgação do Sisu. “A última liminar caiu, então prossegue aí a seleção”, comentou Bolsonaro, ao chegar ao Palácio da Alvorada na tarde desta terça.

A decisão do ministro é a última instância para a matéria. Diante disso, apesar das inconsistências dos resultados do Enem, o processo de seleção para o Sisu, que havia sido suspenso, será retomado.

Bolsonaro disse ainda que se reuniu com o ministro da Educação, Abraham Weintraub, na tarde desta terça-feira, para tratar da liminar que suspendia o Sisu. “Por coincidência, a liminar caiu”.

Autorização
O presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro João Otávio de Noronha, autorizou nesta terça-feira que o Ministério da Educação (MEC) e o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulguem os resultados do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) de 2019.

Por ordem da Justiça Federal em São Paulo, a liberação estava suspensa desde a última sexta-feira (24/01/2020), em função de erros identificados na correção das provas. Segundo o Inep, as inconsistências atingiram pelo menos 6 mil estudantes.

Últimas notícias