Previdência: Guedes e Onyx estão com Bolsonaro para fechar reforma

A expectativa, baseada em fala do presidente, é que a idade mínima para homens e mulheres seja definida nesta quinta

atualizado 14/02/2019 16:26

Daniel Ferreira/Metrópoles

O presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), está reunido na tarde desta quinta-feira (14/2) com os Ministros da Casa Civil, Onyx Lorenzoni (DEM), e da Economia, Paulo Guedes, no Palácio da Alvorada, residência oficial da Presidência.

Depois de 18 dias fora da capital, Bolsonaro agora acerta os detalhes finais da reforma da Previdência, que deve ser apresentada em breve ao Congresso. A expectativa do dia é que os ministros, ao lado do presidente, batam o martelo na idade mínima para se aposentar.

Também participaram do encontro o Secretário da Previdência Social, Rogério Marinho, e o Subchefe de assuntos jurídicos da Casa Civil, Jorge Oliveira.

Apesar do texto ainda estar na fase de discussão, a equipe econômica do novo governo disse, em diferentes oportunidades, que a palavra final será de Bolsonaro. Um dia antes do encontro, Lorenzoni afirmou que a proposta deverá ser entregue ao Congresso antes do Carnaval.

Na agenda do presidente, também estavam confirmados no encontro o Ministro da Secretaria de Governo da Presidência da República, Santos Cruz, e o Líder do Governo na Câmara, Deputado Major Vitor Hugo.

Entrevista 
Em entrevista concedida à TV Record na noite de quarta-feira (13/2), o presidente Jair Bolsonaro afirmou que iria “bater o martelo” sobre a idade mínima das aposentadorias nesta quinta.

Segundo o presidente, se as idades definidas forem 62 (homens) e 57 (mulheres), haverá um tempo para transição. “Seria até 2030, 2032, aproximadamente”, disse, acrescentando que se reunirá com a equipe econômica nesta quinta para as definições. “Eu gostaria de não fazer nenhuma reforma. Mas somos obrigados a fazê-la. Caso contrário, o Brasil quebrará em 2002 ou 2023”. completou.

Últimas notícias