Preso pela FAB com 518 kg de cocaína é ex-vice prefeito de Ponta Porã

Força Aérea Brasileira (FAB) interceptou nesse domingo (2/8) dois aviões com 1,1 tonelada de cocaína no Mato Grosso do Sul

atualizado 03/08/2020 12:27

divulgação/ fab

O piloto Nélio Alves de Oliveira, de 70 anos, preso durante operação da Força Área Brasileira (FAB) e da Polícia Federal (PF) que apreendeu neste domingo (2/8) mais de 1 tonelada de cocaína, foi vice-prefeito de Ponta Porã (MS) e presidente da Câmara de Vereadores da cidade.

A informação foi revelada pelo site Ponta Porã News. Nélio Alves de Oliveira pilotava um bimotor Baron B 58 quando foi interceptado a sudoeste de Campo Grande (MS), sendo orientado a pousar em Três Lagoas (MS). No avião, foram apreendidos 518 quilos da droga.

Essa está longe, no entanto, de ser a primeira vez que Nélio foi preso por tráfico de drogas. Em 2004, o ex-vice prefeito de Ponta Porã foi preso no Paraguai, ao lado de Ivan Mendes Mesquita, de 42 anos, um dos traficantes mais procurados, à época, pelos Estados Unidos.

Em 2018, Nélio foi solto pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Ricardo Lewandowski. Ele tinha sido condenado a mais de 21 anos de prisão, além de pagar uma multa no valor de R$ 112 mil, segundo reportagens publicadas pela imprensa local.

Últimas notícias