Presidente da Câmara, Arthur Lira vai exonerar cerca de 500 cargos comissionados

Ato assinado pelo presidente da Casa exclui aqueles nomeados em lideranças partidárias, pelas comissões permanentes e gestantes

atualizado 08/02/2021 9:56

Luis Macedo/Câmara dos Deputados

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), assinou, nessa sexta-feira (5/2), um ato que exonera pelo menos 505 funcionários da Câmara dos Deputados, com Cargos de Natureza Especial (CNE). O ato foi publicado, neste sábado (6/2) no Diário Oficial da Câmara, após a publicação da matéria.

De acordo com o Ato da Mesa, assinado por Lira, ficam exonerados os ocupantes dos cargos em comissão de natureza especial, ressalvados os da estrutura dos gabinetes de lideranças partidárias, os das comissões permanentes, gestantes e os que estão de férias.

“O motivo foi tentar ter clareza de onde estão os cargos, de quem são, onde estão, indicados por quem. Tinham muitos cargos da Mesa lotados em gabinetes ou lideranças. Apenas para dar uma organizada nestes cargos”, afirmou Marcelo Ramos (PL-AM), primeiro vice-presidente da Câmara.

0

A “limpa” causou estranheza nos servidores da Casa pela forma como foi feita. Normalmente, as trocas ocorrem aos poucos.

Lira foi eleito presidente da Câmara na última segunda-feira (1°/2). Como primeiro ato da gestão, o parlamentar anulou a eleição do restante dos cargos da Mesa Diretora. Após intensas negociações, o pleito ocorreu na última quarta-feira (3/2).

Últimas notícias