Porta-voz sobre MP 870: presidente ressalta vitória de todo o país

"Foi uma posição patriótica apresentada pelos parlamentares", disse o general Otávio Rêgo de Barros

Isac Nóbrega/PR

atualizado 29/05/2019 19:56

O porta-voz da Presidência da República, Otávio Rêgo de Barros, afirmou nesta quarta-feira (29/05/2019) que o presidente Jair Bolsonaro (PSL) considerou uma vitória a aprovação pelo Congresso da Medida Provisória 870, que, com a reforma administrativa, reduz o número de ministérios e devolve o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) ao Ministério da Economia.

“Foi uma posição patriótica apresentada por parlamentares, sinalizou intento do governo de enxugar a máquina pública e iniciar espaços de mudanças para desburocratizar processos do serviço público”, disse o porta-voz.

“A votação do Congresso atendeu em grande parte ao que estava contido no texto original”, acrescentou.

Rêgo de Barros também comentou a ida de uma delegação brasileira à reunião ministerial da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) e afirmou que todos os 36 membros da organização apoiam a entrada do Brasil, com especial destaque aos Estados Unidos.

Cobrança de bagagens
Além disso, o porta-voz afirmou que o presidente ainda não tomou uma decisão sobre vetar ou não o trecho de medida provisória aprovada pelo Congresso que proíbe a cobrança de bagagens pelas companhias aéreas. O trecho foi incluído como destaque. A MP libera 100% de capital estrangeiro para as aéreas.

“O presidente esboça opiniões, mas, ao tomar decisões, vale-se de estudos profundos e técnicos dos órgãos. Esse é mais uma tema para o qual ele valer-se-á de estudos para tomar a decisão final, é prematuro discutir isso agora”, disse.

Últimas notícias