Por causa de Lula, Bolsonaro cancela encontro com presidente português

Questionado sobre o assunto, Marcelo Rebelo minimizou o "desconvite": "É possível o almoço? Muito bem. Não é possível? Ninguém morre"

atualizado 01/07/2022 23:13

RUI OCHOA/Presidência da República

O presidente Jair Bolsonaro (PL) não vai mais se reunir com o presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa. O encontro entre os chefes de Estado ocorreria na próxima segunda-feira (4/7), em Brasília. 

Bolsonaro, no entanto, avisou à comitiva portuguesa que a audiência seria cancelada se Rebelo de Sousa se reunisse com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). O encontro entre o português e o petista está marcado para este domingo (3/7), em São Paulo, e foi antecipado pela coluna do Igor Gadelha, do Metrópoles. 

Rebelo desembarca no Brasil nesta sexta-feira (1º/7), no Rio de Janeiro. Neste sábado, (2/7), ele participa da 26ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo.

Questionado sobre o assunto, o português minimizou o “desconvite” de Bolsonaro: “É possível o almoço? Muito bem. Não é possível? Ninguém morre”, disse.

Confira:

De centro-direita, Rebelo está em seu segundo mandato como chefe de estado português. Ele foi reeleito em 2021, com 60% dos votos.

Esta seria a segunda vez que ele e Bolsonaro se encontrariam. A primeira reunião ocorreu em agosto do ano passado. O encontro, no entanto, gerou constrangimento diplomático entre os dois países, dizem auxiliares, em razão de piadas feitas pelo presidente brasileiro.

Mais lidas
Últimas notícias