Pelo 2º dia consecutivo, Onyx demite gestores na Cidadania

Nesta quinta-feira, o ministro recém-chegado à pasta já havia exonerado 11 servidores, entre coordenadores, assessores especiais e diretores

atualizado 28/02/2020 11:40

Pelo segundo dia consecutivo, o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, demitiu gestores do Ministro da Cidadania. Nesta sexta-feira (28/02/2020), dois chefes de gabinete foram dispensados.

Nesta quinta-feira (27/02/2020), o ministro recém-chegado à pasta exonerou 11 servidores, entre coordenadores, assessores especiais e diretores.

O Diário Oficial da União (DOU) trouxe a mais recente mudança: o afastamento de Cláudio Franke e Leandro Barbosa de Lima, que ocupavam cargos em comissão de chefe de Gabinete do ministro.

Antes, Onyx dispensou ao todo 11 servidores. Os afastamentos foram publicados no Diário Oficial da União (DOU). Ele trocou assessores especiais, coordenadores e secretários executivos.

Ainda nesta leva, o ministro demitiu Rosângela Costa Reis, que era assessora especial do gabinete do ministro. Neste caso, a servidora pediu para sair.

Onyx sofreu uma série de reveses no governo federal até chegar à Cidadania, substituindo Osmar Terra. Em junho do ano passado, perdeu a função de articulador de Bolsonaro no Congresso Nacional e, desde o início de 2020, acumula novas derrotas.

Últimas notícias