Pazuello se encontrou com Girão para discutir cloroquina em hospitais

Encontro, registrado em e-mail, ocorreu em 3 de junho do ano passado e ocorreu fora da agenda do então ministro da Saúde

atualizado 23/07/2021 21:13

Eduardo GirãoRafaela Felicciano/Metrópoles

O senador Eduardo Girão (Podemos-CE) recebeu o então ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, para discutir o uso de cloroquina e hidroxicloroquina em hospitais militares. A informação foi levantada após quebra de sigilo de Pazuello solicitada pela CPI da Covid-19.

Com o novo dado, o colegiado identifica mais uma inconsistência com o depoimento do general, que negou ter feito defesa ou discutido o uso do medicamento contra o novo coronavírus.

Segundo Girão, o encontro ocorreu em 3 de junho de 2020 e contou com a participação de outras pessoas, além do ministro. O parlamentar é conhecido pela defesa, nas sessões do colegiado, dos medicamentos do chamado Kit Covid.

Em nota, Girão defende que o encontro ocorreu no início da pandemia, “momento em que todos buscavam atenuar os efeitos do Covid-19”. “Inclusive, diversos governadores deram declarações públicas a favor de certos medicamentos, como hidroxicloroquina e cloroquina”, diz a nota enviada pela assessoria de imprensa do parlamentar.

Procurado, o ex-ministro da Saúde não se pronunciou. Atualmente, nem mesmo o Ministério da Saúde defende o uso de medicamentos no tratamento precoce. Em documento enviado à própria comissão, a pasta defendeu que não recomenda remédios ineficazes contra a Covid-19.

 

Últimas notícias