Pazuello nomeia veterinário para diretor da Secretaria de Vigilância

De acordo com o código da função exercida, Lauricio Monteiro Cruz terá remuneração de R$ 13.623,39

atualizado 31/08/2020 21:13

O Ministério da Saúde nomeou o veterinário Lauricio Monteiro Cruz para exercer o cargo de Diretor do Departamento de Imunização e Doenças Transmissíveis, da Secretaria de Vigilância.

A nomeação foi publicada nesta segunda-feira (31/8) no Diário Oficial da União (DOU). O texto é assinado pelo ministro interino da pasta, general Eduardo Pazuello. (Leia aqui).

De acordo com o código da função exercida, Lauricio Monteiro Cruz terá remuneração de R$ 13.623,39. Ele vai assumir o lugar de Marcelo Yoshito Wada, que é servidor de carreira.

Considerado o braço-direito de Luiz Henrique Mandetta quando ministro da Saúde, o ex-secretário de Vigilância em Saúde, Wanderson de Oliveira, criticou a nomeação do veterinário e disse que a pasta passa por um “desmonte”.

“Eu fui secretário, coordenador geral e técnico por anos. Nunca ouvi falar e nunca presenciei essa pessoa em nenhuma atividade do Programa Nacional de Imunização”, disparou, em mensagem ao Metrópoles.

“Nada contra os veterinários, mas essa pessoa que colocaram para coordenar o Programa Nacional de Imunização é um veterinário sem experiência com imunização”, prosseguiu.

O Ministério da Saúde foi procurado para comentar a decisão de nomear o veterinário Lauricio Monteiro Cruz para o cargo e destacou que o novo diretor tem “ampla experiência de gestão na área de vigilância em saúde”.

“É importante destacar que o médico veterinário tem um papel relevante na prevenção de doenças transmissíveis que estão diretamente ligadas à saúde humana”, comentou a pasta, em nota.

No currículo, Lauricio diz ser graduado em medicina veterinária e mestre em medicina preventiva, linha de pesquisa em epidemiologia e prevenção e controle de doenças dos animais.

Ainda segundo o currículo, ele trabalhava como responsável técnico dos reservatórios da leishmaniose do Distrito Federal da Secretaria de Estado de Saúde do DF.

“Ele ocupou importantes cargos de gestão na Secretária de Saúde do DF, incluindo a diretoria de Vigilância Ambiental e a subsecretaria de Vigilância em Saúde, onde atuou como subsecretário substituto”, prosseguiu a pasta.

Últimas notícias