Partido Novo anuncia pré-candidatura de Felipe d’Avila à Presidência

Lançamento da candidatura será na próxima quarta-feira (3/11), no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, em Brasília

atualizado 29/10/2021 15:17

Luiz Felipe Davila_Fabio OstermanReprodução/Instagram

O Partido Novo anunciou, nesta sexta-feira (29/10), a pré-candidatura do cientista político Luiz Felipe d’Avila para as eleições presidenciais de 2022. O evento de lançamento está marcado para a próxima quarta-feira (3/10), no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, em Brasília.

Em nota, o presidente nacional do Novo, Eduardo Ribeiro, disse que a legenda trabalhará pela construção de uma “terceira via” para a sucessão do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

“O Novo trabalhará na construção de uma terceira via que possa trazer bom senso ao país e dignidade à cadeira de presidente da República, com um nome que tenha convicções fortes quanto às pautas reformistas e a importância da recuperação econômica. Acreditamos que o Felipe é capaz de ser essa pessoa e de unir a centro-direita em torno de um candidato único”, afirmou Ribeiro.

D’Avila assinou, nesta sexta-feira, o Termo de Compromisso Partidário, em cerimônia para dirigentes partidários e mandatários. Ele é o criador do Centro de Lideranças Públicas (CLP).

Em 2018, o Novo lançou o banqueiro João Amoêdo como candidato a presidente da República. Ele obteve 2,6 milhões de votos, terminando a disputa em quinto lugar.

“Terceira via”

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD), os senadores Alessandro Vieira (Cidadania) e Simone Tebet (MDB), o apresentador de TV José Luiz Datena (PSL), os ex-ministros Ciro Gomes (PDT), Luiz Henrique Mandetta (DEM) e Sergio Moro, que deve se filiar ao Podemos na próxima semana, são aventados como potenciais candidatos da terceira via.

Os governadores João Doria e Eduardo Leite e o ex-prefeito Arthur Virgílio disputam as prévias do PSDB.

Mais lidas
Últimas notícias