“Parabéns à Lava Jato”, diz Bolsonaro sobre a prisão de Pezão

Presidente eleito disse que, com Sergio Moro no Ministério da Justiça, todos os brasileiros sentirão os reflexos do combate à corrupção

atualizado 29/11/2018 17:52

Renan Melo Xavier/Metrópoles

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, comentou, nesta quinta-feira (29/11), no Rio de Janeiro, a prisão do governador Luiz Fernando Pezão. Bolsonaro disse ainda que, com Sergio Moro no Ministério da Justiça, todos os brasileiros sentirão os reflexos do combate à corrupção. As informações são do jornal O Globo.

Luiz Fernando Pezão (MDB) foi preso pela Polícia Federal, na manhã desta quinta-feira (29/11), no Palácio Laranjeiras, residência oficial do chefe do Executivo local. Ele é alvo de uma operação baseada na delação premiada do economista Carlos Miranda, operador financeiro do ex-governador Sérgio Cabral.

“Parabéns à Lava-Jato. O recado que eu estou dando a vocês é a própria presença do Sergio Moro no Ministério da Justiça, com todos os meios, inclusive o Coaf, para combater a corrupção. Ele pegou o Ministério da Justiça. É integralmente dele o ministério, sequer influência minha existe em qualquer cargo no ministério. O compromisso que tive com ele é carta branca para o combate à corrupção e ao crime organizado. Com toda certeza, ele terá sucesso e os reflexos positivos disso toda a população brasileira sentirá”, disse Bolsonaro em entrevista após participar da cerimônia de formatura do curso de aperfeiçoamento de oficiais.

Em sua conta oficial no Twiter, Bolsonaro também falou sobre o tema. “Os que hoje se colocam contra ou relativizam a Lava Jato estão, também, contra o Brasil e os brasileiros. Todo apoio à operação que está tirando o país das mãos dos que estavam destruindo-o!.”

Últimas notícias