Otto ironiza Marcos do Val por “ombrada”: “Se me peitar, eu não corro”

Senador da Bahia lembrou agressão de colega do Espírito Santo ao deputado federal Luis Miranda (DEM-DF)

atualizado 29/06/2021 12:04

Reprodução

O senador Otto Alencar (PSD-BA) ironizou, nesta terça-feira (29/6), o colega de Casa Marcos do Val (Podemos-ES) após ser interrompido pelo parlamentar enquanto perguntava ao depoente, o deputado estadual do Amazonas Fausto Junior (MDB).

Alencar lembrou do episódio em que Marcos do Val deu uma “ombrada” no deputado federal Luis Miranda (DEM-DF) (foto em destaque). Os dois se desentenderam durante a oitiva de Miranda, na última sexta-feira (25/6). O senador baiano ainda aproveitou para provocar o colega.

“O senhor não vai me peitar como peitou o deputado Luis Miranda. Até porque se me peitar, eu não corro”, ironizou Alencar.

A “ombrada” de Marcos do Val no deputado foi registrada em vídeo. Segundo Miranda, o senador queria que ele “perdesse a cabeça e o agredisse“.

Miranda relatou ao Metrópoles, na ocasião, que a confusão teve início quando o senador o confrontou sobre reportagem do Fantástico, da Rede Globo, em que o deputado é acusado de aplicar golpes milionários nos Estados Unidos. Segundo a matéria, 25 pessoas disseram terem sido vítimas do suposto esquema.

“[Marcos do Val] Disse que tocaria no assunto [reportagem do Fantástico] e eu falei: ‘Caso igual ao seu quando acusado de ser falso [agente] da Swat. E aí, ele veio para cima de mim. Queria que eu perdesse a cabeça e agredisse ele”, explicou à coluna.

A confusão foi registrada em vídeo por pessoas que estavam na sala. Nas imagens, é possível ver que outros parlamentares precisaram apartar a briga entre as partes.

A gravação mostra uma “ombrada” de Marcos do Val. Os senadores Humberto Costa (PT-PE), Eliziane Gama (Cidadania-MA) e Randolfe Rodrigues (Rede-AP) separaram a dupla.

Veja:

Na volta aos depoimentos, Luís Miranda reclamou do briga. “Aqui mesmo, no intervalo. Sempre admirei o Marcos do Val e ele teve um descontrole comigo. Onde está a nossa história?”, disse.

Mais lidas
Últimas notícias