Osmar Terra sugere que presidente da Anvisa “quer liberar droga”

Na visão do ministro, "qualquer permissão para plantio de substâncias que são proibidas abre a porta para a legalização"

atualizado 26/11/2019 16:39

Abir Sultan/EPA

O ministro da Cidadania, Osmar Terra, afirmou que William Dib, presidente da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), “não entende” nada sobre a discussão do uso medicinal da maconha. As informações são do jornal O Globo.

Em entrevista, o ministro disse que ou Dib está “ouvindo alguns interessados economicamente nisso ou está realmente querendo liberar a droga no país”.

Após pedido de vista de dois diretores em outubro, a Anvisa adiou a votação sobre a proposta que libera o plantio de Cannabis no Brasil. Dib destacou que há uma omissão do poder público para a regulamentação. Na visão de Terra, “qualquer permissão para plantio de substâncias que são proibidas abre a porta para a legalização”.

“Eu sou a favor de usar o canabidiol se ele mostrar efetividade. Tem que usar e o Ministério da Saúde tem que garantir o uso. Tem que pagar e não deixar as pessoas pagarem, porque não é barato. Mas tem pesquisas fazendo com o canabidiol sintético. Não precisa plantar nem um pé de maconha para ter o medicamento“, destacou.

O ministro disse também que a atitude da Anvisa a favor da liberação está em consonância com poderosos interesses que estão se instalando no Brasil. De acordo com Terra, são “empresas de plantio de cannabis, empresas canadenses e brasileiros associados a canadenses com muitos interesses”.

Últimas notícias