“Órgãos ambientais não atrapalham mais”, diz Bolsonaro a produtores de cana

Presidente participou de inauguração da usina de biogás de Guariba e discursou para plateia de produtores ligados à cultura da cana

atualizado 16/10/2020 11:49

Alan Santos/PR

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse que o Ministério do Meio Ambiente “não atrapalha” a vida do produtor rural e pediu a uma plateia de produtores ligados à cultura da cana-de-açúcar que relembrasse a atuação do Ibama e ICMBio em gestões anteriores. A declaração foi dada durante a inauguração da usina de biogás de Guariba, no interior paulista, nesta sexta-feira (16/10).

“Quando falam que eu sou benquisto pelo pessoal do campo… O nosso Ministério do Meio Ambiente é um ministério que, realmente, não atrapalha a vida de vocês. Muito pelo contrário, ajuda em muito. Relembrem, há algum tempo, como o Ibama e ICMBio tratava vocês e como esse tratamento, hoje em dia, é dispensado”, disse o presidente.

Bolsonaro também lembrou do encontro que teve com o presidente da França, Emmanuel Macron, no Japão, no ano passado. Segundo o chefe do Executivo, o francês o teria pedido para expandir a demarcação de terras indígenas para 20% do território nacional.

0

“Eu lembro quando passei em Osaka e tive um encontro com o presidente de um grande país da Europa que quase sempre está na vanguarda para nos criticar. Ele queria que nós ampliássemos de 12% para 20% a quantidade de área demarcada como terra indígena em meu país. Nenhuma reserva foi demarcada até o momento”, afirmou.

O presidente brasileiro mencionou projeto desenvolvido pelo Ministério das Minas e Energia para que povos indígenas possam explorar os próprios territórios, rico em minérios. A proposta visa liberar a mineração nessas regiões.

“Disse ao chefe de Estado naquele momento que o Brasil tinha mudado. Acabou o tempo que o chefe de Estado ia pra fora e voltava pra cá com um pacote de maldades, onde quem pagava a conta, geralmente, era o homem do campo”.

Últimas notícias