Oposição e 400 entidades protocolam pedido de impeachment contra Bolsonaro

Ato foi intitulado pelos parlamentares como o "maior dos pedidos de impeachment". Bolsonaro tem agora 32 pedidos de impeachment

oposição protocola pedido de impeachment contra o presidente Jair BolsonaroFoto: Hugo Barreto/ Metrópoles

atualizado 21/05/2020 14:23

Partidos da oposição protocolaram nesta quinta-feira (21/05), em conjunto com outras 400 entidades, o pedido de impeachment do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

O texto é assinado pelas seguintes siglas: PT, PCdoB, PSol, PCB, PCO, PSTU e UP. Os parlamentares destacaram ser “o maior pedido de impeachment” contra o presidente.

Agora, a Câmara dos Deputados acumula 32 pedidos de impeachment, além de ao menos sete CPIs para investigar o atual presidente da República.

De acordo com o documento, Bolsonaro cometeu crimes de responsabilidade e atentou contra a saúde pública do país em meio à pandemia do novo coronavírus.

Para a deputada federal Gleisi Hoffmann (PT-PR), presidente do PT, Bolsonaro não tem condições políticas, administrativas e humanas de governar o Brasil.

“Entendemos que com Bolsonaro é impossível o país enfrentar essa crise. Bolsonaro e seu governo não conseguem responder a altura das necessidades da nação brasileira”, disse.

Durante o ato, manifestantes estenderam a faixa “Impeachment Já” em frente ao Congresso Nacional. Veja fotos do movimento:

0

Enquanto isso, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), se reunia com Bolsonaro e o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), em uma videoconferência com governadores.

Maia está sendo fortemente cobrado para dar início ao processo de impeachment de Bolsonaro, mas ele disse que não “há clima” para isso, em referência ao atual contexto da pandemia.

Últimas notícias