metropoles.com

Onze estados e o DF acionam STF contra limite na cobrança de ICMS

O movimento acontece após os estados de São Paulo e Goiás se adiantarem e reduzirem as cobranças do tributo estadual

atualizado

Compartilhar notícia

Rafaela Felicciano/Metrópoles
Posto de combustível
1 de 1 Posto de combustível - Foto: Rafaela Felicciano/Metrópoles

Governos de 11 estados e do Distrito Federal protocolaram uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) contra a lei 194, que define combustíveis, telecomunicações, energia elétrica e transporte coletivo como bens essenciais e limita a cobrança do ICMS pelas unidades federativas a um teto que varia entre 17% e 18%.

Além do DF, governos da Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul e Sergipe assinaram o documento. O movimento acontece após os estados de São Paulo e Goiás se adiantarem e reduzirem as cobranças do tributo estadual.

Segundo a ADI, a lei representa uma intervenção inédita da União sobre os entes da federação por meio da desoneração. Apontam que a iniciativa do Governo Federal visa solucionar os problemas da inflação como um “passe de mágica”, que definiram como, no fim das contas, “uma bomba prestes a explodir no colo de Estados, DF e municípios”.

No texto, também apontam que a competência para definir as alíquotas de tributos estaduais e distritais é apenas dos governos respectivos e a iniciativa da União de desrespeitar esse preceito constitucional seria uma ofensa.

Os governadores pedem que a ADI seja anexada a um recurso que a Advocacia-geral da União apresentou e que trata do ICMS de combustíveis. Esse processo é de relatoria do ministro Gilmar Mendes, que conduzirá, nesta terça-feira (28/6), uma reunião de conciliação entre os estados e a União.

Receba notícias do Metrópoles no seu Telegram e fique por dentro de tudo! Basta acessar o canal: https://t.me/metropolesurgente

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comNotícias Gerais

Você quer ficar por dentro das notícias mais importantes e receber notificações em tempo real?

Notificações