Mourão “acha difícil” Brasil dobrar verba para fiscalização ambiental

Durante participação na Cúpula do Clima, Jair Bolsonaro disse que duplicaria os recursos, mesmo sem ter orçamento definido

atualizado 23/04/2021 8:37

Romério Cunha/VPR

O vice-presidente Hamilton Mourão (PRTB) afirmou na tarde desta quinta-feira (22/4) que “acha difícil” que o governo consiga cumprir a promessa de Jair Bolsonaro (sem partido), feita durante a Cúpula do Clima, sobre a duplicação de recursos para ações de fiscalização ambiental.

“Essa questão de patrulha ambiental não é tão simples assim, porque a Força Nacional é composta de policiais dos estados que cedem, ou seja, perdem do seu efetivo. Não é tão simples colocar isso em pé. Acho meio complicado isso aí, mais fácil outros meios”, disse o general, que também é presidente do Conselho da Amazônia Legal.

Durante participação no encontro com 40 líderes mundiais, Bolsonaro afirmou que “medidas de controle são parte da tarefa. “Determinei fortalecimento de órgãos ambientais, duplicando recursos para ações de fiscalização”, destacou o chefe do Executivo nacional durante a Cúpula do Clima.

Questionado sobre a avaliação acerca do discurso, Mourão afirmou que acredita que houve coerência com a questão ambiental do país.

“O presidente fez um discurso coerente com as nossas visões a respeito da questão ambiental, assumindo o seu protagonismo não só como chefe de governo mas como chefe de Estado também. Colocou esses aspectos principais, a questão da cooperação com que o mundo inteiro tem que ter pra essa questão, sem entrar em aspectos específicos nossos, mostrando que o Brasil não é um vilão ambiental e o nosso compromisso com as reduções das emissões, já dentro do que foi previsto no Acordo de Paris.

Operação Verde Brasil 2

Com previsão de acabar na próxima sexta-feira (30/4), há uma expectativa de que a Operação Verde Brasil 2, iniciada em maio do ano passado, continue para conter o avanço do desmatamento, focos de incêndio e garimpo ilegal na Amazônia.

Na tarde desta quinta-feira, o vice-presidente terá uma audiência com o ministro da Defesa, Braga Netto, para discutir uma possível prorrogação.

Últimas notícias