Maia cancela reunião com entregadores que pedem melhor condição de trabalho

Os representantes dos trabalhadores se reuniram em Brasília para reivindicar a aprovação do PL nº 1.665, que garante proteção na pandemia

atualizado 16/09/2020 11:46

Motoboys participam de paralização nacional em BrasíliaMATHEUS W ALVES/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), cancelou a reunião que teria com entregadores de aplicativos, nesta quarta-feira (16/9). Os representantes dos trabalhadores se reuniram em Brasília para reivindicar a aprovação do PL nº 1.665, que garante proteção a eles durante a pandemia e prevê também melhores condições de trabalho e segurança.

Na terça-feira (15/9), a categoria realizou manifestação em frente ao Palácio do Buriti, onde foi recebida pelo secretário da Casa Civil do Distrito Federal, Gustavo Rocha. Também participaram, na Câmara dos Deputados, de reunião com parlamentares para expôr reivindicações.

De acordo com a deputada Sâmia Bonfim (Psol-SP), ao fim da reunião, a assessoria de Maia confirmou que o presidente da Câmara receberia representantes do movimento e parlamentares na manhã desta quarta-feira. “Infelizmente, faltando menos de meia hora para o encontro, fomos surpreendidos com a notícia de que a reunião teria que ser cancelada”, reclamou a deputada.

“Vários deles mudaram o horário de retorno aos seus estados na expectativa de participar da reunião com Rodrigo Maia. Cada dia longe de suas cidades sem trabalhar representa menos dinheiro para o sustento de suas famílias. Por isso, seguimos apelando ao presidente da Câmara para que compreenda a situação desses trabalhadores”, destacou.

0

A proposta de lei é do deputado Ivan Valente (Psol-SP) e está pronta para ser votada em Plenário. Para isso, o projeto ainda aguarda que o presidente da Câmara designe um relator e paute o projeto, que prevê uma série de obrigações para as empresas.

Entre elas estão, o fornecimento de informações, de álcool em gel, de máscara, luvas e seguro contra acidentes e para doenças adquiridas durante o trabalho.

Outro ponto tratado no projeto é o fornecimento de material para a limpeza da mochila, bicicleta, motocicleta, capacete e outros itens utilizados para a entrega de produtos e serviços, além de acesso à água potável, alimentação e espaço seguro para descanso entre as entregas.

Últimas notícias