Leia a íntegra da denúncia da PGR contra Wilson Witzel

Por determinação do STJ, Wilson Witzel foi afastado nesta sexta-feira (28/8), por 180 dias, do cargo de governador do Rio de Janeiro

atualizado 28/08/2020 12:42

Reprodução/Twitter

O governador afastado do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), foi denunciado nesta sexta-feira (28/8) pelo Ministério Público Federal (MPF) por suspeitas de participação em organização criminosa que teria desviado recursos públicos.

As diligências foram autorizadas pelo ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Benedito Gonçalves, que também determinou o afastamento de Wilson Witzel do cargo de governador. A medida tem validade inicial de 180 dias.

Além de Witzel, foram denunciados a primeira-dama do Rio de Janeiro, Helena Witzel; Lucas Tristão; o empresário Mário Peixoto; Alessandro Duarte; Cassiano Luiz; Juan Elias Neves de Paula; João Marcos Borges Mattos e; Gothardo Lopes Netto.

O MPF pediu a prisão do governador, mas o ministro Benedito Gonçalves entendeu ser suficiente apenas o seu afastamento do cargo para interromper as supostas atividades de corrupção e lavagem de dinheiro.

Veja a íntegra da denúncia:

witzel-denuncia_280820203312 by Tácio Lorran on Scribd

Mais lidas
Últimas notícias